Páginas

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

O Depoimento da pessoa invisivel na sociedade

Na vida passamos por momentos inexplicáveis, foi em um desses momentos que eu quase perdi minha vida. Ninguém nessa vida mim compreende, pelo menos a maioria das pessoas. Todos só servem para reclamar, e olhar meu lado ruim, cadê que olha o meu lado bom? Dessa forma se torna bastante complicado. Não tenho ninguém que chegue nas horas difíceis, e mim der uma força.  É muito ruim você ser o motivo para tudo de ruim que acontece em sua família, se imagine você sendo o centro dos problemas de sua família, não é bom, ne mesmo?  Se imagine você  sozinho no mundo, é uma  sensação péssima né? Bem, foi assim que alguns tempos atrás eu mim senti, sozinho no mundo, sem ninguém para mim apoiar, só tinha gente para mim colocar para baixo. Eu saia de casa para a escola, chegando la, era um pouco difícil a minha relação com algumas pessoas e professores, saindo da escola eu ia para casa, chegando em casa, todos os problemas que tinha acontecido, a culpa era minha. Chegou um tempo que eu não agüentava mais, a minha vontade era de sumir.
Eu já não comia direito, estava piorando muito na escola, meu nível baixando cada vez mais. Então acoordenação da escola aonde eu estudo, resolveu chamar minha mãe para saber o que estava acontecendo. Minha mãe disse para a coordenação que eu era uma pessoa que não se interessava pelos  estudos, não comia, não dormia. A escola disse que minha media estava diminuindo muito, minhas notas estavam muito baixas, meu comportamento estava piorando.  Resumindo tudo, minha mãe mim deixo de castigo durante três messes. O problema era que ninguém tentava descobri porque eu estava tão mudado, a reação tanto da escola quanto dos meus pais foi logo na parte rigorosa. Eu tenho meus defeitos como qualquer um tem os seus, e posso concertá-los como também qualquer um pode, basta uma chance.
Todo mundo que mim conhece, desde os amigos de escola até os amigos da igreja, vem conversando comigo para tentar mudar o meu comportamento com meu pai, porque eu não trato meu pai da forma que deveria ser. Mais o modo que cada um deles conversa, é um modo que nunca irá conseguir descobrir o porquê, o modo certo era voltar a muito tempo atrás. A mais o menos cinco anos atrás, meu pai era um alcoólatra de sair de casa na sexta e voltar no sábado, esse foi um período muito difícil para mim e para a minha família, tive que agüentar ver minha mãe atrás dele toda noite desde o primeiro dia de nascido até meus oito anos. Ali tanto minha mãe como eu estava sofrendo muito, porque nós não podíamos mais sair para nem um canto, porque quando chegasse no devido canto, meu pai iria beber e dali...
Graças a Deus meu pai nunca foi de bater na minha mãe, e muito menos em mim, ele tinha as bebidas dele mais também dava para senti no coração dele que ele nunca esquecia da família. Pessoas pensam que eu não reconheço todo o esforço que meu pai tem por mim, mais errado estão essas pessoas, porque já mais eu desconsiderei meu pai, já mais eu não reconheci todo o esforço que tanto ele quanto minha mãe fez e faz  por mim. Só a cinco anos pude ter a certeza de como Deus é bom, meu pai deixo de beber, hoje ele não quer mais nem ver a cor da garrafa de bebidas alcoólicas, e todo dia, pode ter certeza que eu do graças a Deus por ter o pai que tenho.
Penso eu, que todos que mim conhece sabe da minha historia todinha, eu não sou um filho do coração, ou seja, eu sou adotado. Desde os meus primeiros dias de vida, que meus pais de criação vem mostrando essa realidade para mim, e eu compreendo muito, não tenho nenhuma revolta com essa questão, eu tenho mais é que agradecer, porque eu tenho certeza que o bem que meus pais de criação quer por mim, é maior que o amor de pais biológicos. Só tenho a dar graças a Deus por eles existirem, porque o que seria  de mim sem eles...
Tenho uma irmã mais velha,  ela mim coloca tanto para baixo, ela adora mim humilhar, mais eu só queria que ela entendesse o valor e o amor que eu tenho por ela. Brigas tão idiotas, por besteira.  Digo isso, porque amanhã talvez eu não esteja mais nesse mundo, e o que podemos fazer hoje, não devemos deixar pata fazer amanhã. Resumindo esse texto todinho,família é uma cosia única que Deus da e tira, se não aprendermos a dar o valor enquanto der tempo, um dia não restará mais tempo para isso. Antes de falar de mim, primeiro mim conheça, porque minha historia, nem eu mesmo  sei direito.
Quem sou eu? Só você depe desvendar esse misterio...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Postar um comentário